$type=grid$count=4$meta=0$snip=0$rm=0$hide=label$hide=post

É como se Bolsonaro tivesse entrado na política brasileira pelo Nordeste

COMPARTILHAR:

Santiago Abascal, líder do Vox, e o candidato Francisco Serrano comemoram os resultados. MARCELO DEL POZO REUTERS

Um susto. Essa é a palavra que definiu as eleições na Andaluzia. A região que representa o feudo histórico do socialismo espanhol entra pela primeira vez à extrema direita, só que entra pela porta da frente, ostensivamente, com 12 deputados na configuração do novo parlamento andaluz. Ninguém esperava. A ciência política errou nas suas previsões, de novo. Foi Trump, foi o Brexit, foi Bolsonaro, mas parece que ainda não queremos enxergar o tsunami político que representam os populismos de extrema direita no mundo. Os analistas espanhóis ficaram, como os brasileiros, de queixo caído e bocas abertas.

Estamos diante de um fenômeno muito parecido com o novo nome. Vox, o partido espanhol criado em 2013 e que propõe dar voz aos espanhóis desencantados, transformando a indignação num capital político, atropelou qualquer cálculo eleitoral e pode ter na mão a chave para um governo de direita na Andaluzia, depois de 36 anos do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) no poder. Esta derrota da esquerda espanhola é daquelas que ficarão escritas nos livros de História, daquelas que inauguram novos ciclos. A Espanha enfrentará em 2019, provavelmente, eleições antecipadas diante dos problemas de governabilidade de Pedro Sánchez. Se o Vox ganhou 12 deputados na terra do PSOE, imaginem quantos poderá ganhar em regiões da Espanha governadas pela direita. É como se Bolsonaro tivesse entrado na política brasileira pelo Nordeste.

Venho estudando Bolsonaro há bastante tempo no Brasil e, recentemente, comecei a estudar também o grupo Vox na Espanha. As semelhanças na retórica são impressionantes. Ambos formam parte da estratégia de internacionalização da extrema direita apoiada por Steve Bannon e que pretende conquistar as urnas do mundo. Ambos se apresentam como antissistemas e outsiders, colocando uma suposta nova política como única forma de enfrentar a velha política, corrupta e fisiológica. Ambos nascem e se fortalecem na política da inimizade. Sem praticamente propostas programáticas nem conteúdos sólidos, a campanha de Vox foi da exaltação nacionalista. “Espanha grande de novo”, “Espanha primeiro”, “Deus abençoe a Espanha” são alguns dos lemas mais utilizados por eles frente aos inimigos que querem destruir o país: o separatismo catalão, a imigração, a União Europeia ou a globalização. Lembram-se do futuro ministro de Relações Exteriores do Brasil? O Vox também é antiglobalista. É a retórica do cidadão de bem frente a um inimigo explorado até a exaustão. O cidadão de bem na Espanha é o “espanhol que acorda cedo”, o que acredita numa Espanha forte e unida, o homem religioso. Quando as propostas não existem, ó ódio se transforma em política.

Pasmem, o Vox também acredita numa hegemonia e domínio cultural da esquerda e também utiliza a retórica anticomunista, só que desta vez a vítima do delírio coletivo em vez de ser o PT é o partido de Pablo Iglesias, Podemos, o partido do “comunismo chavista”. Aparentemente, para o Vox, o muro de Berlim tampouco caiu e a Espanha enfrenta o perigo de que o Podemos transforme o país numa Venezuela. O perigo vermelho pelo visto atravessa o Atlântico. Pasmem outra vez, Francisco Serrano, líder do VOX na Andaluzia, é juiz, um juiz preocupado com a corrupção, obviamente. O homólogo de Sergio Moro na Espanha também diz que ele não é político, ele só quer servir a Espanha. Deve estar na moda os juízes não políticos na política.

Serrano também é fervorosamente antifeminista e se diz vítima do “jihadismo de gênero”. O Vox é a favor da família tradicional, contra a descriminalização do aborto e contra os “abusos” da legislação espanhola que protege às mulheres da violência de gênero. Luz Belinda, também eleita deputada estadual pela Andaluzia é uma ex-militar. Eugenio Moltô, outro dos novos deputados, coloca em questão que o franquismo foi uma ditadura. Mais dois eleitos: Benito Morrillo é ex-policial e Manuel Gavira diz que “o homem é criminalizado por ser homem”. Semelhança assustadora com o bolsonarismo, não é?

Como Trump e Bolsonaro, os partidários do Vox são agressivos contra a grande imprensa e utilizam um tom polêmico e escandaloso nas suas declarações. Fazem da controvérsia um instrumento político muito eficaz. Contra a tirania do politicamente correto, dizem.

Assim como no Brasil, não podemos dizer que todos os eleitores do Vox são fascistas. Tem gente, sim, que compartilha os ideais de intolerância, xenofobia e ódio e vota porque se sente contemplada por eles, mas a maioria é parte daquele Brasil e daquela Espanha cansados da política, raivosos e ressentidos. Aquele Brasil e aquela Espanha que não se sentem mais representados pelas forças da democracia. A extrema direita é uma esperança para eles. Aprendamos rápido porque eles estão ganhando tudo.

COMENTÁRIOS

Nome

Brasil,15,Curiosidades,4,Destaques,18,Distrito Federal,6,Mundo,6,Mundo Bizarro,3,Tá Bombando,3,Vídeos,7,
ltr
item
DF POST: É como se Bolsonaro tivesse entrado na política brasileira pelo Nordeste
É como se Bolsonaro tivesse entrado na política brasileira pelo Nordeste
https://2.bp.blogspot.com/-5JNCL4mAQLA/XCzT0i8GiZI/AAAAAAAAAKw/Bc_cpJtED9E5-5FiuVnP350P2_iIVMKmACPcBGAYYCw/s1600/1543796120_774978_1543796392_noticia_normal_recorte1.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-5JNCL4mAQLA/XCzT0i8GiZI/AAAAAAAAAKw/Bc_cpJtED9E5-5FiuVnP350P2_iIVMKmACPcBGAYYCw/s72-c/1543796120_774978_1543796392_noticia_normal_recorte1.jpg
DF POST
http://www.dfpost.com.br/2018/12/e-como-se-bolsonaro-tivesse-entrado-na.html
http://www.dfpost.com.br/
http://www.dfpost.com.br/
http://www.dfpost.com.br/2018/12/e-como-se-bolsonaro-tivesse-entrado-na.html
true
126804279508346984
UTF-8
Carregou todos os posts Não encontrei nenhum post VER TUDO Leia mais Reply Cancel reply Apagar Por Home PÁGINAS POSTAGENS Ver tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ TAG ARQUIVO BUSCAR TODAS AS PUBLICAÇÕES Não encontrou nenhum resultado após a sua busca? Voltar pra Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para desbloquear Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar